segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

E o público?

Simone Massenzi Savordelli

O público? Bem, o público comparece!

Público é o expectador; a população; as pessoas destinatárias das várias artes.

O termo cultura é abrangente, mas o resultado mais notado é expresso pelo trabalho artístico e criativo dos artistas em seus vários segmentos de atuação; além das tradições e costumes regionais. E o público comparece para conferir a arte e receber a cultura.

Por muito tempo pensei que, regionalmente, os artistas não eram muito prestigiados pelo público, sem conhecer todas as dificuldades que existem para que o artista possa alcançar o público. E, tinha este pensamento em decorrência de várias experiências onde o público não estava presente.
Mas, atualmente noto um movimento diferente do público.

Na nossa região tenho percebido que as pessoas estão demonstrando um interesse maior em ter acesso às várias artes e tive oportunidade de presenciar teatros lotados, exposições bem visitadas e pessoas que comparecem às atividades artísticas com entusiasmo.

Em São Paulo o movimento é outro. Parece ter mais adesão e conhecimento sobre a modalidade artística que o público busca prestigiar, mas a comparação é um tanto injusta dada a evolução econômica e social de cada região que interfere no interesse cultural de seus habitantes, ou visitantes.

Olhando para a nossa região entendo que esse movimento de maior interesse do público é bom, mas creio que ainda está longe do ideal notadamente porque os artistas menos conhecidos, ou que se dedicam a áreas que atingem um grupo menor de pessoas, ainda sofrem para atrair a atenção de seus expectadores.
Além da importância do público presente, tenho que a reflexão é mais complexa: será que o público está plenamente preparado para entender a arte como cultura que agrega conhecimento e valor?

A cultura talvez seja, creio que por muitos, confundida com lazer, com criação artística e com meio de entretenimento.

Enquanto que estes são o resultado aparente de um lado da questão, pois entendo a cultura como o que se obtém de todo este trabalho artístico e como atribuição de valor à vida; como forma de expansão dos meios de formação do cidadão e de opinião; como meio de reflexão quanto às questões sociais, ou até mesmo quanto às questões particulares afetas ao interior de cada pessoa; e ainda, independentemente de todo o trabalho artístico como forma de expressão cultural, entendo a cultura como os próprios valores de cada sociedade, seus costumes e tradições.

A presença do público é muito importante, mas o público deve ser formado e informado para além de apreciar a arte, também entender a arte como forma de crescimento e abraçar um conceito maior relativo ao que se tem por cultura.

Neste sentido, não só a divulgação em massa das diversas atividades artísticas e a facilidade de acesso, mas também outras formas de atração do interesse do público em ser expectador e em conhecer o universo de observação devem fazer parte das políticas públicas de cultura.

O estímulo e a informação devem objetivar todos os que trabalham nesta área, os artistas e também o público, notadamente porque com os diversos meios de comunicação e a ampla acessibilidade tecnológica da sociedade moderna temos situações cada vez mais interativas e que envolvem o público destinatário não mais como um mero expectador de uma determinada atividade artística ou de lazer, mas como um participante efetivo e como um destinatário de valor social.

2 comentários:

  1. Simone,

    Creio que, acerca da formação de público e incentivo às nossas iniciativas culturais e artísticas, a nova lei de incentivo (PROCULTURA) que reforma a antiga LEI ROUANET, terá um papel fundamental do ponto de vista das responsabilidades do Estado.

    Porém, somente será eficaz se contar com a devida contrapartida de artistas, produtores, empresários e público em geral.

    Temos que, assim, aproveitar o momento propício para nos "engajar" e nos deixar "entusiasmar" com as novidades da cultura. Creio que é algo como veem realizando ultimamente à frente do acervo dos Netos de Pierino Massenzi. Parabéns!

    Marcelo Dino Fraccaro

    ResponderExcluir
  2. Luis Carlos Almeida15 de dezembro de 2010 12:32

    faço dança e sou de São Bernardo. Em primeiro lugar parabéns pela iniciativa do forum de cultura p a região do ABC. Parabéns pelo texto Simone.

    Creio q em quase toda região do ABC há espaços públicos com coordenadores pagos com o dinheiro público onde, infelizmente, o público não é bem vindo. É necessário q haja formação não somente do público, mas também dos gestores públicos (acho até q esse em primeiro lugar).

    ResponderExcluir

Se você não tem cadastro no Google, pode deixar seu comentário selecionando a opção Nome/URL no campo Comentar como logo abaixo.