Acontece

Hildebrando Pafundi




10 de janeiro de 2012, às 19h

NORMATIVA DO ENCONTRO DA
CULTURA NO PARLATÓRIO

10 de janeiro de 2012, às 19h
PARLATÓRIO DO PAÇO MUNICIPAL DE SANTO ANDRÉ


O Parlatório, construído no Centro Cívico e projetado pelo arquiteto Rino Levi, é um espaço para a exposição ideias e ideais, trazidos pelo desejo da participação e legitimidade da democracia em nossa cidade.

Vemos o atual momento como propício para a construção de um entendimento mais amplo e pertinente sobre a Cultura e seu fazer no âmbito municipal. Portanto, é esse nosso foco para este ato. Dessa forma, convidamos os interessados a comparecerem neste encontro em praça pública, dia 10 de janeiro às 19 horas, no Parlatório em frente à Câmara Municipal, na praça IV Centenário.

Neste encontro, para mantermos o foco com o intuito de um encontro produtivo, criamos esta normativa para o bom andamento dos trabalhos, sendo esta uma proposta de organização para a dinâmica deste ato.

1) Cada tópico da pauta terá um orador que fará uma breve explanação do assunto;

2) Após a explanação do tópico, serão convidados os presentes (sociedade civil e autoridades, sendo  no máximo 3 inscrições por tópico), para comentários, com tempo de fala máximo de 5 minutos cada;

3) As inscrições para comentários devem ser feitas junto ao moderador do encontro previamente;

4) Caso não haja comentários posteriores ao tópico explanado, passasse ao tópico seguinte;

5) Ao final, solicitaremos à Prefeitura uma resposta escrita sobre as questões expostas pelo movimento, para que documentemos as primeiras possíveis resoluções que buscamos desenvolver e aprimorar no decorrer deste governo.

Com base na carta dos produtores culturais entregue pelo Movimento Cultura Viva Santo André ao prefeito Carlos Grana, aos vereadores eleitos e ao presidente do Partido dos Trabalhadores de Santo André, propomos a seguinte pauta para aprofundarmos as questões que surgiram a partir desta:

A) COMPOSIÇÃO DO CORPO DIRETIVO (2° E 3° ESCALÃO) DA SECRETARIA DE CULTURA COM GESTORES PÚBLICOS AFINADOS COM A PRODUÇÃO CULTURAL, COM OS EQUIPAMENTOS DE CULTURA E SEUS PROJETOS;

B) ASSINATURA DO TERMO DE COMPROMISSO COM O SISTEMA NACIONAL DE CULTURA, E REALIZAÇÃO DA 3ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA EM 2013 E REELABORAR O PLANO MUNICIPAL DE CULTURA DE FORMA PARTICIPATIVA, BEM COMO ABRIR ESPAÇOS PARA O DEBATE DOS PROGRAMAS, DAS POLÍTICAS PÚBLICAS E DAS AÇÕES CULTURAIS;

C) ORGANIZAÇÃO DAS ELEIÇÕES, REVER ATRIBUIÇÕES, REPENSAR A LEGISLAÇÃO E RECONSTRUIR O CONSELHO MUNICIPAL DE CULTURA;

D) FORTALECIMENTO E INSTRUMENTALIZAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS DE FORMAÇÃO, BEM COMO A DIFUSÃO CULTURAL E POTENCIALIZAÇÃO DA OCUPAÇÃO DOS ESPAÇOS PÚBLICOS PARA PRODUÇÃO E DIFUSÃO CULTURAL;

E) REVISÃO DA LEGISLAÇÃO DAS LEIS DE INCENTIVO E FUNDO DE CULTURA;

F) IDENTIFICAÇÃO, PRESERVAÇÃO, VALORIZAÇÃO E DIVULGAÇÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL, COM ATENÇÃO ESPECIAL À SALVAGUARDA DAS RUÍNAS DO CINE-TEATRO CARLOS GOMES NO PERÍODO DE CHUVAS;

G) CRIAÇÃO DE LEI E PROGRAMA DE FOMENTO À PRODUÇÃO CULTURAL;

H) CRIAÇÃO DE UM ESPAÇO INTEGRADO DESTINADO À PRODUÇÃO, FORMAÇÃO E FOMENTO DA CULTURA, BEM COMO CUMPRIMENTO DA LEI Nº 7.294, DE 11 DE SETEMBRO DE 1995.

I) OUTROS TEMAS QUE FICARAM AUSENTES DA CARTA e que possam surgir durante o debate


Aproveitamos e reiteramos o convite ao Exmo. Sr. Prefeito Carlos Grana, assim como das demais autoridades, para um encontro com os produtores culturais da cidade.
  
MOVIMENTO CULTURA VIVA SANTO ANDRÉ


 
___________________

São Bernardo do Campo, 200 anos depois. A história da cidade contada pelos seus protagonistas 5 de dezembro (quarta-feira) 19horas

Lançamento do livro São Bernardo do Campo, 200 anos depois. A história da cidade contada pelos seus protagonistas do Jornalista Ademir Medici
Edição da Prefeitura de São Bernardo do Campo (Secretaria Orçamento e Planejamento Participativo)
Lançamento: 5-12-2012, uma quarta-feira, a partir das 19h.
Local: Cenforpe (Centro de Formação dos Profissionais da Educação).
Endereço: Av. Dom Jaime de Barros Câmara, 201, Bairro Planalto, São Bernardo
Altura do quilômetro 20 da Via Anchieta, próximo à Scania.

Resgate: memória das cidades Até 14 de novembro A artista plástica Marilda Passos, que está comemorando 25 anos de carreira inaugurou na Casa do Olhar, em Santo André, uma exposição de trabalhos abstratos e figurativos, tendo como tema o resgate da memória das cidades. A curadoria é de Enok Sacramento. São 40 trabalhos artísticos entre pinturas, desenhos e gravuras. Visitas: Até 14 de novembro de 2012 de terça a sábado das 10h às 17 horas, na Casa do Olhar. Endereço: Rua Campos Sales, 414, Centro, Santo André – SP. Fone (11) 4992-7730.





Coleção Direitos Humanos
Até 21 de dezembro


A Declaração Universal dos Direitos Humanos inspiraram diversos artistas plásticos, que criaram suas versões a respeito desses documentos que estabelece diretrizes para a vida em sociedade. A exposição, que foi inaugurado no SESC São Caetano do Sul, com curadoria de Radha Abramo, é parte das obras que foram feitas para a mostra, Cidadania: 200 Anos dos Direitos Humanos e do Cidadão para o SESC Pompéia, em 1991. Nesta reedição constam 18 quadros de litogravuras. Visitas: Até 21 de dezembro de 2012, de segunda a sexta-feira das 9h às 21 horas e aos sábados das 9h às 17 horas. Endereço: Rua Piauí, 554, Centro, São Caetano do Sul. Fone: (11) 4223-8800.


Manifestação da Fé – Arte Popular Até 6 de janeiro

Esse tema: Manifestação de Fé – Arte Popular pode ser visitada no SESC Santo André até dia 6 de janeiro de 2013, feriado do Dia de Reis. A exposição com obras populares, sendo grande parte do Nordeste, tem curadoria de Ricardo Amadasi. São xilogravuras, pinturas, desenho e esculturas. Visitas: de terças-feiras aos domingos e feriados das 10h às 21h30. Endereço: SESC Santo André, Rua Tamarutaca, 302, Vila Palmares, Santo André – SP Telefone (11) 4469-1200. Grátis até 6 de janeiro de 2013.


Exposição: “ÁRVORE DO DIA” de CRISTINA BOTTALLO
Até 15 de dezembro

A mostra traz 125 serigrafias tendo como base um único desenho: o de uma árvore, mais especificamente uma guabirobeira. Originalmente esta proposta fez parte do SP Estampa, evento dedicado a gravura que aconteceu no último mês de maio. De 1 de janeiro a 4 de maio de 2012 Cristina produziu diariamente uma obra diferente. Tendo como base 12 estampas prontas, também usou intervenções diretas nas matrizes, criando desenhos únicos e gravuras únicas.

Abertura: 6 de outubro de 2012 – sábado às 11h
Exposição: 6 de outubro a 15 de dezembro
Segunda a sexta das 13 às 19h – sábado das 9h30 às 13h
Local: Livraria Alpharrabio
Rua Eduardo Monteiro, 151 – Santo André
Tel. 11 4438 4358


Exposição: Casas de Diadema
até dia 24 de novembro
Foi inaugurada a exposição, “Casas de Diadema: Documentos da História da Cidade”, no Centro de Memória do Município, na Avenida Alda, 255, Centro. Curadoria: Maria de Lourdes Ferreira (historiadora) e Luiz Hermínio Puntel de Oliveira (arquiteto). O convite explica os objetivos da mostra: “Retratar casas da cidade que representam vários “tempos” de sua história, evidenciando que, além de edificações, elas são também “documentos” da história de Diadema, revelando formas de morar nas diferentes fases de ocupação do espaço urbano. Estas casas têm ainda grande valor de “memória” pela profunda relação de guardam com acontecimentos significativos para a cidade e para seus moradores”.

Os painéis da exposição contam com cerca de 40 fotos de autoria de Nivaldo de Almeida, Luiz Hermínio Puntel de Oliveira e de Maria Luisa Gagliarde e outras de acervos das famílias proprietárias de casas; depoimentos e artigos de jornais. Mostram desde casas de chácaras dos antigos moradores até a “casa-modelo” de habitação popular, além de fotos de algumas importantes construções e que foram demolidas. Entre estas últimas estão a casa de veraneio da artista plástica Anita Malfatti, no Centro e a casa do Sítio de Miguel Reale, no bairro Serraria. Ambas foram demolidas para construção de condomínios.

Visitas até dia 24 de novembro de 2012, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17 horas e aos sábados das 9h às 15 horas.
Endereço: Avenida Alda, 255/277, Centro. Telefone (11) 4043-0700.

Apresentação e lançamento do livro
O rio das minhas manhãs
de Celso Freire
Alpharrabio Edições
 
25 de agosto - (sábado) - 11 horasLocal: Livraria AlpharrabioRua Dr. Eduardo Monteiro, 151 (altura do nº 1000 da Av. Portugal)Santo André/SP - Tel.: 4438-4358


AUTOR:
Nasci no meio, no centro: meu lugar, minha mistura, meu ambiente de pouco e de tanto, minha cultura. Lugar de vidas e de coisas caldeadas na simplicidade, na sustância, no sustento, na sustentação. Esses campos gerais de montanhas, de rios, de minas, minérios e mineiros.

Cresci me lambuzando no pó da terra e tendo nos rios o respaldo para a limpeza do corpo, a alegria da alma e a água para engrossar o caldo do feijão no caldeirão. Os arrozais e as hortas brotavam nos brejos à beira do Riacho do Agachado; as mangueiras floriam próximo às cacimbas do Olho D’água; a areia queimava na vazante do Córrego do Ouro Fino, e o Rio Jequitinhonha era um mar de peixes, pedras e areia: Itaporé.

Experimentei manhãs de orvalho e de sol nos quintais, nos currais, nos campos, nos caminhos das minhas andanças... Mania de manhãs belas sem manhas, cuidando das leiras, dos chiqueiros, dos ninhos e catando ovos. Tardes de bolas de gude, bolas de meia, estilingues, piões e anzóis. Noites de lua cheia, cantigas de roda, vagalumes, sacis e outras memórias.

Hoje me alegro nas densas terras de Piratininga, já sem quase terras e quase sem rios. Rios espremidos entre muralhas; rios quase lacrados correndo sob os automóveis; rios pintados de escuro cinza. Nem tanta máquina, Macunaíma: outras esperanças me alcançam nesse São Paulo, rios de cultura e de culturas.







Sobre a obra:

Utilizando uma linguagem que intermedia a poesia e a prosa, Celso Freire retoma o personagem José Silva – protagonista do seu livro anterior: “Um Silva de A a Z” . Aos noventa, José Silva relembra lugares e relacionamentos da sua infância e juventude, ao mesmo tempo em que reflete sobre sua condição humana e a possibilidade de um novo relacionamento. “Hoje eu acordei com uma vontade danada de viver. Foi um dia especial: eu aqui sentado na minha espreguiçadeira, ou caminhando por essa ampla varanda, ouvindo minhas músicas, apreciando esse vale de penhascos e os campos gerais... Revirando minha história, encarando as tentações e visualizando possibilidades”.
Sobre a obra:

Utilizando uma linguagem que intermedia a poesia e a prosa, Celso Freire retoma o personagem José Silva – protagonista do seu livro anterior: “Um Silva de A a Z” . Aos noventa, José Silva relembra lugares e relacionamentos da sua infância e juventude, ao mesmo tempo em que reflete sobre sua condição humana e a possibilidade de um novo relacionamento. “Hoje eu acordei com uma vontade danada de viver. Foi um dia especial: eu aqui sentado na minha espreguiçadeira, ou caminhando por essa ampla varanda, ouvindo minhas músicas, apreciando esse vale de penhascos e os campos gerais... Revirando minha história, encarando as tentações e visualizando possibilidades”.




Lamparina Luminosa

Lamparina Luminosa convida a mais duas oficinas gratuitas no mês de julho:

Cultura Popular e Protagonismo mediatico,
com Dennis de Oliveira


dia 21 de julho das 14h as 17h na Camara de Cultura Antonino Assumpção, SBC

"Nos últimos anos tem crescido o debate sobre a diversidade cultural. A Unesco, em 2007, aprovou a convenção sobre o direito à diversidade cultural e, em 2009, publicou o relatório intitulado Investir no diálogo intercultural. O reconhecimento da diversidade cultural abriu um espaço importante para que os agentes da cultura popular reivindicassem políticas públicas para o setor, exigindo que as políticas culturais não ficassem submetidas unica e exclusivamente ao mercado e ao esquema da indústria cultural. Aproveitando ainda as possibilidades propiciadas pelas novas tecnologias de informação e comunicação, os grupos de cultura popular passaram a construir um cenário onde se vislumbra novos protagonismos midiáticos e culturais. Porém, para tanto, é necessário entender alguns fundamentos próprios da cultura popular brasileira e suas singularidades, marcadas pelas tradições de matrizes africanas e indígenas e reinvenções de outras matrizes culturais."

Dennis de Oliveira
Professor da Universidade de São Paulo, no curso de graduação em Jornalismo (ECA) e nos Programas de Pós Graduação em Mudança Social e Participação Política (EACH - USP Leste) e Direitos Humanos (Faculdade de Direito). Coordenador do CELACC (Centro de Estudos Latino Americanos sobre Cultura e Comunicação) e membro do NEINB (Núcleo de Apoio à Pesquisa e Estudos Interdisciplinares sobre o Negro Brasileiro). Editor das revistas ExtraPrensa e Dikamba. Autor dos livros "Globalização e racismo no Brasil" (2000), "Mídia, cultura e violência" (2010) e "Cultura e comunicação na América Latina: integrar para além do mercado" (2012).

Palavras Muisicais, com Lilian Akemi
dia 28 de julho das 14h as 17h na Biblioteca de Arte Ilva Aceto Maranesi (Pinacoteca de Artes), rua Kara 105, Jardim do Mar, SBC

Oficina voltada para a leitura rítmica e sonora das palavras, partindo de textos diversos, como um poema ou as informações de uma bula de remédios. A partir daí, os participantes farão suas próprias escrituras a partir de provocações externas.

Lilian Akemi
revisora de textos e graduanda em Letras (Português/Francês) na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. Faz parte do núcleo Ausência em Cena, no qual atua como assistente musical e atriz. É integrante de dois grupos de estudos sobre a música corporal: o Fritos; e o coordenado por Fernando Barba e Stênio Mendes.

as oficinas são gratuitas, para se inscrever mandar um email a: cursos.lamparina@gmail.com



Encontro Internacional Formação em Gestão Cultural
1 a 3 de agosto | Quarta, quinta e sexta, às 10h
SESC Vila Mariana

O encontro tem entre seus objetivos discutir a formação para a gestão cultural na atualidade, abordando o tema sob variadas perspectivas e apresentando experiências relevantes de aprendizagem e pesquisa. Para tanto foram convidados a participar representantes de universidades e instituições de diversos países da América Latina e Europa, que possuem cursos na área em questão, oferecendo um panorama atual do ensino e formação para a gestão cultural.

Participações: Alberto Fesser (ES), Alfons Martinell Sempere (ES), Andrea Costa (BR), Andrea Fantoni (UY), Angel Mestres Vila (ES), Carlos Eduardo Sarmento (BR), Dennis de Oliveira (BR), Edwin Juno-Delgado (FR), Elena Borin (IT), Fernanda Delvalhas Piccolo (BR), Gley Fabiano Cardoso Xavier (BR), Isabel Babo-Lança (PT), Isaura Botelho (BR), Jean-Pascal Quilès (FR), José Carlos Durand (BR), José Luis Mariscal Orozco (MX), José Teixeira Coelho (BR), Kátia de Marco (BR), Laura Romero (AR), Luiz Augusto F. Rodrigues (BR), Patrick Olivier (FR), Paulo Cesar Miguez de Oliveira (BR), Roberto Guerra (CL), Silvana Meireles (BR), Soledad Galhardo (BR) e Ursula Rucker (AR).

O evento também marca o início dos trabalhos do Centro de Pesquisa e Formação que tem como principal intenção promover ações de formação, estudos, pesquisas, metodologias de trabalho e informação, assim como discussões de temas ligados à cultura e à arte, com ênfase na gestão e na mediação culturais.
A partir de 16 anos.

As inscrições devem ser realizadas no PORTAL SESCSP
A partir de 3 de julho de 2012, às 11h
[Pagamento somente com cartões de crédito: Visa, Mastercard, American
Express e Diners]

PESSOALMENTE
Nas Centrais de Atendimento das Unidades do SESC (Capital e Interior)
Informe-se sobre os horários de atendimento e endereços das Unidades no
[pagamento em dinheiro, cartão ou cheque]

Taxas de inscrição*:
R$ 80,00 [inteira]
R$ 40,00 [usuário inscrito no SESC e dependentes, +60 anos, estudantes e
professores da rede pública]
R$ 20,00 [trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo
matriculados e dependentes]

* valor único para participação de todo o encontro

Observações:
- Nos três dias de realização do evento haverá serviço de tradução simultânea e será necessário apresentação de documento oficial com foto para empréstimo do equipamento.
- Será emitido certificado para no mínimo 75% de presença.
- Para inscrições feitas pessoalmente nas Unidades do SESC e utilização de alguma categoria de desconto, será necessária a apresentação do documento/comprovante no ato do atendimento.
- Para inscrições feitas através do portal SESC e utilização de alguma categoria de desconto, será necessária a apresentação do documento/comprovante no ato do credenciamento.

Local:
SESC Vila Mariana | Teatro
Rua Pelotas, 141
São Paulo – SP
Informações:
De terça a sábado, das 10h às 19h
Telefone: 11-5080-3008


Fantasia Aprisionada - João Suzuki
“A produção de João Suzuki transita entre a realidade a subjetividade. Os resultados imagéticos revelam figuras em embates sociais nos quais as angústias e os sonhos estão entranhados em uma condição Fantástica com a representação.”exposição João Suzuki - Fantasia Aprisionada na Caixa Cultural São Paulo.
curadoria Agda Carvalho
produção Marta Masiero
abertura 04 de agosto
Até 23 de setembro







Arraiá no Alameda12, 23 e 29 de junho - 19h30Como vem acontecendo há 54 anos, no mês de junho o Clube do Alameda Glória celebra Santo Antonio, São João e São Pedro, com a cerimônia de hasteamento do mastro, comidas típicas e, é claro, com o quentão e vinho quente especialmente preparados pelo festeiro Luiz Marotti, o seo Marotti, como é conhecido em São Bernardo e Região.

A entrada é gratuita, e a pipoca, o pinhão, batata-dôce, o quentão e vinho quente são ofertas da casa.

- Dia 12 de junho – Festa em Homenagem a Santo Antonio
- Dia 23 de junho – Festa em Homenagem a São João
- Dia 29 de junho – Festa em Homenagem a São Pedro
Sempre às 19:30

Local: Sociedade Cultural e Recreativa Alameda Glória
Rua Príncipe Humberto, 315 – Vila Duzzi – São Bernardo do Campo - Fone: 4125 -7667


 
A Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo e o Museu da Imigração convidam para a 17ª. Festa do Imigrante – A diversidade construindo São Paulo. Visitas: de 27 de maio a 3 de junho de 2012, das 10h às 16 horas.
Local: Arsenal da Esperança, complexo da antiga Hospedaria de Imigrantes, na Rua Dr. Almeida Lima, número 900, Mooca. Mais informações no site www.meseudaimigracao.org.br
“DESAFIOS PARA A PARTICIPAÇÃO CULTURAL”
2 de junho – 10h
No dia 2 de junho, o FÓRUM SOCIAL DO ABCDMRR promove a palestra Os Desafios Para a Participação Cultural, que abordará sobre as estratégias que visam a conscientizar para a participação no processo de construção de políticas públicas de cultura e como estimular esta participação de forma a potencializar os canais e instâncias, formais e informais, institucionais ou a instituir.
Palestrante: Julio Mendonça, poeta, doutor em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) – SP e analista de cultura na Secretaria de Cultura de São Bernardo do Campo. É consultor do Pólis – Instituto de Estudos, Formação e Assessoria em Políticas Públicas.
Data: 2 de junho (sábado) de 2012
Horário: 10h
Local: Sede da Associação dos Metalúrgicos Aposentados (AMA)
Rua José Bonifácio, 731 – Centro – São Bernardo do Campo (próximo ao Sindicato dos Metalúrgicos)
Informações: 4451-6707

Rendas Digitais
Cristina Suzuki
Até 7 de junho

Nesta mostra que integra a programação do SP Estampa 2012 a artista Cristina Suzuki apresenta obras inéditas com a série "Rendas Digitais".
Este "mutante"  trabalho já percorreu diversos suportes - xilo, stencil, carimbo, desenho digital, giclée - e agora se apresenta em grandes dimensões ocupando as paredes do térreo da galeria, onde o vinil recortado possibilita a expansão infinita e, no piso superior, alinha fotogravuras de pequeno formato impressas em relevo seco e chapas de "Solarplate", que de matrizes recebem o status de obra.
Saiba mais sobre a obra da artista em www.cristinasuzuki.com.br

Encontro com artista
8 de maio (terça-feira) 19h30

Visitação: 5 de maio a 7 de junho
Local: Gare Cultural - Abra Vila Mariana
Rua Domingos de Morais, 2267
de segunda a quinta das 9h às 21 horas
Sábado das 9h às 14h

Local: Gare Cultural - Abra Vila Mariana
Rua Domingos de Morais, 2267

"Desafios estratégicos para a região do ABC Paulista e suas repercussões para a UFABC”


No próximo dia 14 de maio, às 14h, a Universidade Federal do ABC, promove mais um encontro sobre o tema "Desafios estratégicos para a região do ABC Paulista", organizado pelo Grupo de Trabalho (GT) instituído pela Reitoria para conduzir a produção do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da UFABC, referente ao período de 2012 a 2022:

Em 2011, a Universidade Federal do ABC (UFABC) completou cinco anos do início de sua efetiva implantação. A celebração de seu primeiro quinquênio de história ensejou reflexões acerca do desafio de planejar, coletivamente, seu rumo na próxima década. Para tanto, foi instituído pela Reitoria um GT para conduzir a produção do seu PDI referente ao período de 2012 a 2022.

Uma das ações idealizadas por esse grupo é a realização de eventos, abertos a toda a comunidade universitária, para exposições e debates referentes aos grandes temas que devem nortear a elaboração desse novo PDI, como os desafios para o futuro da Universidade. Para tanto, o GT definiu três dimensões:
1. Os desafios inerentes ao mundo da ciência e da tecnologia (grandes temas e questões que estão na fronteira do conhecimento científico);

2. Os desafios inerentes à condição brasileira hoje (problemas brasileiros estruturais, problemas brasileiros conjunturais e derivados das possibilidades de sua inserção na ordem internacional);
3. Os desafios inerentes às demandas regionais.
Os dois primeiros encontros já ocorreram e o próximo será no dia 14 de maio de 2012, às 14 horas, nas dependências da UFABC.

Pessoas que representem entidades/movimentos regionais estão sendo convidadas para comparecer, além de algumas outras que comporão a mesa de debates, na qual espera-se contar com a Ministra Miriam Belchior, e as presenças já confirmadas do Prefeito Luiz Marinho; do representante do empresariado, Fausto Cestari; dos sindicatos, Paulo Lage (Presidente do Sindicato dos Químicos do ABC) e representante dos movimentos sociais.

Encontro de Realizadores Audiovisuais
da região do Grande ABC

4 de maio (6ª feira) - 19 horas
O documentário Vila São Pedro e Sua Gente, do cineasta Milton Santos, de São Bernardo, será exibido no ENCONTRO DE REALIZADORES AUDIOVISUAIS DA REGIÃO DO GRANDE ABC, evento organizado pela Escola de Cinema e Vídeo de Santo André, em parceria com o Sesc .

Dia 4 de maio de 2012
Horário: 19h
Local: Teatro Municipal de Santo André
Entrada franca


Lançamento do Plano Municipal de Cultura

V Conferência Municipal de Cultura
I Fórum de Pontos de Cultura da região

Sábado 21 de abril

9h – Abertura
Lançamento do Plano Municipal de Cultura 2012-2013
Início das inscrições para Conselheiro(a) Municipal de Cultura Biênio 2012-2014

10h30 – Mesa 1
Sistema Nacional de Cultura
12h – Inauguração do Pontinho de Cultura Trupe Carequinha
14h às 16h – Eleição do Conselho Municipal de Cultura – Biênio 2012-2014

16h30 – Mesa 2
Parcerias para apoio e difusão
18h - Mostra Artística

Domingo, 22 de abril

9h – Mesa 3
Comissão Paulista dos Pontos de Cultura e o Panorama Estadual dos Pontos. Qual atuação junto ao Ministério da Cultura e à Secretaria de Estado da Cultura. Redes colaborativas de cultura: a atuação do coletivo Fora do Eixo.
10h30 – Grupos de Trabalho

14h – Mesa 4
Economia Solidária e Geração de Renda
15h30 Plenária
Exposição e aprovação da relatoria das mesas de discussão

Local: Teatro Clara Nunes a partir das 9h, Rua Graciosa, 300 - Centro - Diadema
Fonte


20 anos do Alpharrabio
03 de março (sábado) - 10h30

A Livraria Alpharrabio, Editora e Centro Cultural sediada em Santo André, completa  20 anos.  Para marcar o aniversário, promove uma série de atividades que iniciam no dia 03.03.2012, sábado, às 10h30, com a abertura da exposição "Do outro lado aqui", da fotógrafa Fátima Roque, ocasião em que amigos e frequentadores estão convidados para um encontro de confraternização e celebração da data.

Veja a programação completa aqui

Exposição fotográfica Balancê Até dia 30 de março

A exposição fotográfica Balancê Cultural, com registros do Carnaval de São Cetano do Sul deste ano de 2012, está aberta a visitação no espaço cultural Atende Facil. É o resultado do 3º. Concurso Fotográfico ABCclick, promovido pelo Fotoclube ABC – click, que conta com registros de artistas que participaram do Carnaval promovido por blocos de rua e foliões brincando pelas ruas da cidade. A mostra conta com 80 imagens selecionadas entre as 140 enviadas por associados do clube. A seleção foi feita por votos enviados através do site do Fotoclube – www.abcclick.com.br Os participantes focaram o olhar fotográfico em flagrantes de crianças, famílias, fantasiados e músicos, que se divertiam durante o Carnaval. Local da exposição: Atende Fácil (espaço cultural). Endereço: Rua Major Carlos Del Prete, 651, São Caetano do Sul, de segunda a sexta-feira, das 9 h às 18 horas e aos sábados das 8 h às 12 horas, até dia 30 de marços de 2012. Entrada grátis. Mais informações pelo fone (11) 4224-7600.

Exposição de humor e quadrinhos até 24 de março

A Mostra Nacional de Humor e Quadrinhos foi inaugurada dia 16 de fevereiro, no Salão de Exposições de Santo André. Desenhos de diversos artistas, a arte da ilustração, humor e quadrinhos de 34 artistas, que foram convidados através da internet para participar, dentre os quais destacam-se três do Grande ABC: Seri, Fernandes e Gilmar, além de Abel Costa, Alexandre Lexy, De Pieri, Thiago Bertonni, Érico San Juan, Jorge Inácio, Rice Araujo, Primmaggio e outros. O objetivo do grupo é que a exposição ocorra todos os anos, acompanhada de palestras e debates, de acordo com o cronograma de atividades culturais de Santo André. Visitas grátis: de terça-feira a sábado, das 9 h às 17 horas e das 18 h às 21 horas, até dia 24 de março de 2012. Endereço: Praça IV Centenário, sem número, Centro, Santo André. Fone 4992-7730.

13 de março
Assembléia Geral da UBE
A diretoria Executiva da União Brasileira de Escrotores (UBE – SP) informa que convocará Assembléia Geral para dia 13-3-2012, na sede da entidade, Rua Rego Freitas, 454, cj.121, Centro, São Paulo, das 9h às 20 horas, para os fins de examinar e votar o reltório e as contas da administração, cuja mendato se encerra, bem como para elegar a nova Diretoria Executiva e o Conselho Consultivo e Fiscal por escrutínio screto para novo mandato. As inscrições para as chapas dos candidatos a cargos da Diretoria Executiva e Conselho Consultivo e Fiscal estão abertas até dia 3-2-2012, e devem ser feitas até 17 horas, na sede da UBE ou pelo email secretaria@ube.org.br

Até 28 de fevereiro de 2012

Exposição: Homenagem ao Dia do Fotógrafo
O Dia do Fotógrafo, comemorado em 8 de janeiro, neste ano do 2012, tem uma mostra especial em São Caetano do Sul: Carros clássicos que fizeram sucesso em diferentes  épocas, como o Cadillac e o Caravan foram clicados no Parque Linear em diferentes épocas. O resultado dessa exposição – parceria entre o FotoclubeABCclick e o Automovel Clube de São Caetano é uma mostra que conta com mais de 40 imagens. A exposição no Espaço Cultural Atende Fácil pode ser visitada até dia 28 de fevereiro,  das 9 h às 18 horas, de segunda a sexta-feira e aos sábados das 8 h às 12 horas. Endereço: Rua Major Carlos Del Prete, 651, São Caetano - SP.    
Até dia 28 de fevereiro
Exposição Luzes do Subúrbio
Será inaugurada na Sala Especial do Museu de Santo André Dr. Octaviano Armando Gaiarsa, na quarta-feira, dia 01 de fevereiro,  às 19 horas, a exposição Luzes do Subúrbio, com pinturas da Edgard Rodrigues, que também poderá ser visitada até dia 28-2-2012, de segunda à sexta-feira das 8h30 às 16h30 e aos sábados das 9h às 14h30. Endereço: Rua Senador Flaquer, 470, Centro. Fone: (11) 4436-9111. Estacionamento gratuido, com entrada pela Rua Gertrudes de Lima, 499.

20 de fevereiro - 20 horas
Exposição Caminho das Pedra
O artista plático João Alberto Tessarini convida para exposição Caminho das Pedra, que será inaugurada dia 20 de fevereiro de 2012, ba Casa do Olhar Luiz Sacilotto, às 20 horas. Endereço: Rua Campos Salles, 414,  Centro, Santo André – SP.

Até 31 de janeiro de 2012
Ricardo Amadasi na Pinacoteca de São Bernardo do Campo

A Estrutura e o Sonho. O Caminho de Ricardo Amadasi 
A exposição reúne obras realizadas nos últimos dez anos, ocupando duas salas expositivas da Pinacoteca. Serão apresentadas esculturas monumentais, relevos escultóricos e a produção mais recente de Amadasi – gravuras fundidas em resina. As obras tridimensionais, de grande impacto, mostram corpos que questionam a estrutura da sociedade em que vivemos e suas desigualdades. As obras em alto relevo constituem um elo de passagem entre a presença intensa da escultura e a poesia sonhada na gravura. As formas corpóreas se desmaterializam dando lugar às obras gravadas no buril, compondo um amplo painel modular de narrativas nas quais se afirma a capacidade do sonho e da poesia na construção de uma ordem mais pacífica e mais justa.

Abertura: 26 de novembro de 2011 (sábado - 17 horas)
Visitação: até 31 de janeiro de 2012
De terça a sábado, das 9h às 17 horas
Quinta, até 20h30
Local: Pinacoteca de São Bernardo do Campo
Rua Kara, 105 - Jd. do Mar
Fone: 4125.4056



17 de dezembro (sábado) - 10h
Lançamento do livro
Dia Útil de
Danilo Bueno
Local:Livraria Alpharrabio
Rua Dr. Eduardo Monteiro, 151
Tel.: 4438.4358


Até 12 de fevereiro
Exposição Santo André Criança
Santo André Criança – traformações urbanas e sociais. Trata-se de uma exposição de fotografias, que apresenta a paisagem urbana de Santo André no inicio do Século XX até a década de 1960. Por meio de imagens é possível observar as transformações contidas na dinâmica da cidade que se desenvolve pela ação de sua gente. As fotografias expostas fazem parte do acervo do Museu de Santo André Dr. Octaviano Armando Gaiarsa. A mostra pode ser visitada até dia 12 de fevereiro de 2012. Local: Sabina – Parque Escola do Conhecimento. Endereço: Rua Juquiá, sem número, a altura do número 135. Horários para visitas: de terça-feira  a sexta-feira,  das 8h30 às 17h30 (somente para escolas agendadas); finais de semana e feriados estará aberta ao público em geral (das 12h às 16 horas). Contatos para agendar e mais informações pelo email sabina@santoandre.sp.gov.br telefone (11) 4422-2000.

17 de dezembro (sábado) - 19h30min
Lançamento do filme O CABRABODE

O filme narra a história de uma família pobre do sertão nordestino, que sem ter o que comer, o pai sai a procura de alimento e acaba por ganhar de um fazendeiro os culhões de um bode que acaba de matar,agradecido leva para casa,come e vira um bicho horrível.

Filme produzido com moradores de uma comunidade do sertão da Bahia
Direção geral e idealizador: Miltton Santos
Música original de: Zé Campelo
Efeitos especiais: Sergio Pires Jr.
Exibição: 17 de dezembro de 2011 às 19h30min
Cine popular - Rua Santa Filomena, 545 – centro
São Bernardo do Campo
Preço meia entrada/único R$ 5,00

Até 30 de dezembro de 2011
... A SEU TEMPO... Exposição de Eliana Mota


Eliana Mota, iniciou sua produção no final dos anos 80 com a pintura, passou pelo desenho, aquarela, gravura e até tecelagem antes de encontrar na cerâmica o material ideal para dar forma às suas inquietações.Escolher a cerâmica – um método tão tradicional e ritualizado..., com paradigmas acumulados ao longo de milênios – como veículo para uma poética tão contemporânea, é a ousadia da artista andreense. Ela quebra alguns padrões de uso da técnica (objetos utilitários ou decorativos) e abre novas possibilidades, modelando peças e construindo esculturas de grande porte. Seus módulos as vezes se parecem com uma sequencia de DNA, com células, zigotos e até se aproximam de formas humanas, podendo ser interpretados como um processo evolutivo.Cristina Suzuki
Local:
Casa do Olhar Luiz Sacilotto, R. Campos Sales, 414, Santo André




Até 12 de fevereiro de 2012
Santo André Criança – transformações urbanas e sociaisTrata-se de uma exposição de fotografias, que apresenta a paisagem urbana de Santo André do inicio do Século XX até a década de 1960. Por meio de imagens é possível observar as transformações contidas na dinâmica da cidade que se desenolve pela ação de sua  gente. As fotografias expostas fazem parte do acervo do Museu de Santo André. Período de visitação: de outubro de 2011 a 12 de fevereiro de 2012. Local: Sabina – Parque Escola do Conhecimento. Endereço: Rua Juquiá, sem Nº. a altura do número 135, Bairro Paraíso, Santo André – SP. Horários de visitas: de terça a sexta-feira, das 8h30 às 17h30 (somente para escolas agendadas); finais de semana e feriados é aberta ao público em geral (das 12 h às 16 horas). Contatos para gendar e mais informações pelo email sabina@santoandre.sp.gov.br e pelo telone (11) 4422-2000.


10 de dezembro de 2011 - 11 horasLançamento do livro
Escola de Teatro da Fundação das Artes de São Caetano de Sul 1969/1982
De José Armando Pereira da Silvaque acontecerá no dia 10 de dezembro de 2011
(sábado), a partir das 11 horas
na Fundação das Artes,
Rua Visconde de Inhaúma, 730,
Bairro Nova Gerti, São Caetano do Sul

A obra
Partindo da criação da Fundação das Artes de São Caetano do Sul em 1968, esta publicação recolhe dados e testemunhos sobre o processo de formação de atores nos primeiros anos da Escola de Teatro. Depoimentos de professores e alunos evidenciam a importância dessa experiência em suas carreiras. Com diferentes métodos, prevaleceu o sentimento de fazer da Escola um centro experimental e canal de divulgação na região do ABC por meio de apresentações dos espetáculos, sendo alguns deles considerados contribuições marcantes na arte teatral.
O depoimento de Heitor Capuzzo Imagens do ABC em movimento, sobre o cinema na Fundação das Artes, acrescenta outro relato sobre a produção artística desse período.

Os autores
José Armando Pereira da Silva
Pesquisador, com mestrado em Teatro pela Universidade do Rio de Janeiro e em História da Arte pela Universidade de São Paulo, foi redator e crítico do Diário do Grande ABC e professor da Escola de Teatro da Fundação das Artes de São Caetano do Sul.
Publicou: O Teatro em Santo André 1944-1968, Província e Vanguarda, A Cena Brasileira em Santo André, Thomas Perina - pintura e poética (com Dayz Peixoto Fonseca), João Suzuki - Travessia do Sonho e Paulo Chaves - andamentos da cor.
Organizou: Guido Poianas - Retratos da Cidade (vários autores), Vertentes do Cinema Moderno, de José Lino Grünewald (com Rolf de Luna Fonseca) e Luís Martins, um cronista de arte em São Paulo nos anos 1940 (com Ana Luisa Martins).
É membro da Associação Brasileira de Críticos de Arte.

Heitor Capuzzo
Professor titular na Escola de Arte, Design e Mídia da Nanyang Technological University de Cingapura. É também professor da Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais e da Universidade de Buffalo, New York.
Doutor em Cinema pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, com pós-doutorado na Escola de Cinema e Televisão da University of Southern California, onde atuou com professor visitante.
Foi crítico de cinema do Diário do Grande ABC entre 1980 e 1989.
Dirigiu os curtas-metragens Estranho sorriso, Boa noite e Pula Violeta.
Publicou: Cinema – a aventura do sonho, O cinema além da imaginação, Alfred Hitchcock: o cinema em construção, Lágrimas de luz e organizou a coletânea O cinema segundo a crítica paulista.


02 dezembro
Lançamento dos livros Minima Memória do Mundo e A Mineirinha e outras histórias

25 de novembro (sexta) das 18h30 às 21h30 
Lançamento dos livros "Minima Memória do Mundo" e "A Mineirinha e outras histórias", publicados pela Editora Lamparina Luminosa - Ponto de Cultura Editora Livre Popular Artesanal.

Sexta feira dia 2 de dezembro as 18h na Livraria Alpharrabio, rua Eduardo Monteiro 151, Santo André

nas duas noites do Lançamentos haverá uma apresentação dos Livros, leituras com acompanhamento musical ao vivo de trechos dos dois livros, debate e assinatura dos livros.
Os livros são resultados de um ano e meio de trabalho, onde foram elaboradas ferramentas para resgatar e registrar as memórias coletivas e individuais; e publicá-las em forma de poesia e prosa. Os autores dos livros são trabalhadores, aposentados e pessoas em processo de alfabetização, sem uma formação literária formal, mas com uma riqueza nas histórias de vida. Essas páginas são uma coleção de lembranças, fragmentos de vida, momentos simples, mas marcantes ,que os autores possuem em suas memórias, e que são capazes de comover o leitor.

“A Mineirinha e outras histórias” é uma coletânea de contos de vida, de alunos do MOVA (movimento de alfabetização de jovens e adultos), onde se percebe claramente a nostalgia dos tempos felizes na roça, o lamento por abandonar a agricultura, o esforço por encontrar um lugar ao sol na cidade grande.

O livro contém um vídeo documentário sobre o processo de construção dos contos.

“Mínima Memória do Mundo“ é uma coletânea de poesias e contos, de trabalhadores e aposentados, que frequentaram uma oficina literária durante oitos meses, a produção dos textos dessa obra se deu ,principalmente, através da redescoberta de relíquias pessoais e de seus significados para cada um .

O livro contém um CD áudio com textos recitados por seus autores.
Christian Pianawww.christianpiana.com
http://editoralivrepopularartesanal.blogspot.com/
http://www.ilgiornochesparironotutti.blogspot.com/


Data: 25.11.2011 (sexta) das 18h30 às 21h30  
Local: Livraria Alpharrabio
Rua Eduardo Monteiro, 151 (travessa da Av. Portugal, altura do número 1.000)
Jardim Bela Vista - Santo André, fone 4438-4358


Minas do Ouro - Em seu primeiro romance histórico, Frei Betto - uma das vozes mais ativas na luta pela justiça social na América Latina e premiado ficcionista - dá vida ao clã dos Arienim, protagonistas de Minas do ouro. De geração em geração, os varões da família Arienim foram marcados pelas desgraças que a busca de metais preciosos em território nacional viria a causar desde os primeiros dias do domínio da Coroa Portuguesa no Brasil.

Em torno de um misterioso mapa de "inesgotáveis fontes de riquezas", repassado de geração em geração, a narrativa abarca episódios e figuras emblemáticos da história mineira, como entradas e bandeiras, guerra dos emboabas e Triunfo Eucarístico, a exploração de ouro e de diamante, Tiradentes e Aleijadinho, mina de Morro Velho e as coincidências entre o explorador Richard Burton e o ator Richard Burton. Minas do Ouro, garimpo da memória familiar, é um romance no qual o barroco transparece na sua volúpia e beleza, numa linguagem de primorosa qualidade estética.

Cinco séculos da história das Minas Gerais estão condensados nesta narrativa empolgante e surpreendente, por meio da qual o mineiro Frei Betto presta uma homenagem aos 300 anos da fundação das cidades de Ouro Preto, Mariana e Sabará, completados em 2011.
 

Minas do Ouro
ISBN:
978-85-325-2689-2
Páginas:272
Formato : 14x21
Editora: Rocco


Frei Betto - Autor de mais de 52 livros, editados no Brasil e no exterior, Frei Betto nasceu em Belo Horizonte (MG). Estudou jornalismo, antropologia, filosofia e teologia. Frade dominicano e escritor, ganhou em 1982 o Jabuti, principal prêmio literário do Brasil, concedido pela Câmara Brasileira do Livro, por seu livro de memórias Batismo de Sangue. Em 1986, foi eleito Intelectual do Ano pelos escritores filiados à União Brasileira de Escritores, que lhe deram o prêmio Juca Pato por sua obra “Fidel e a religião”. Seu livro "A noite em que Jesus nasceu" (Editora Vozes) ganhou o prêmio de "Melhor Obra Infanto-Juvenil" de 1998, concedido pela Associação Paulista de Críticos de Arte. Em 2005, o júri da Câmara Brasileira do Livro premiou-o mais uma vez com o Jabuti, agora na categoria Crônicas e Contos, pela obra “Típicos Tipos – perfis literários” (Editora A Girafa)."



26 de novembro
Lançamento dos livros Minima Memória do Mundo e A Mineirinha e outras histórias

Lançamento dos livros "Minima Memória do Mundo" e "A Mineirinha e outras histórias", publicados pela Editora Lamparina Luminosa - Ponto de Cultura Editora Livre Popular Artesanal.

Sabado dia 26 de novembro as 20h na Camara de Cultura Antonino Assumpção, rua Marechal Deodoro 1325, SBC

Sexta feira dia 2 de dezembro as 18h na Livraria Alpharrabio, rua Eduardo Monteiro 151, Santo André

nas duas noites do Lançamentos haverá uma apresentação dos Livros, leituras com acompanhamento musical ao vivo de trechos dos dois livros, debate e assinatura dos livros.
Os livros são resultados de um ano e meio de trabalho, onde foram elaboradas ferramentas para resgatar e registrar as memórias coletivas e individuais; e publicá-las em forma de poesia e prosa. Os autores dos livros são trabalhadores, aposentados e pessoas em processo de alfabetização, sem uma formação literária formal, mas com uma riqueza nas histórias de vida. Essas páginas são uma coleção de lembranças, fragmentos de vida, momentos simples, mas marcantes ,que os autores possuem em suas memórias, e que são capazes de comover o leitor.

“A Mineirinha e outras histórias” é uma coletânea de contos de vida, de alunos do MOVA (movimento de alfabetização de jovens e adultos), onde se percebe claramente a nostalgia dos tempos felizes na roça, o lamento por abandonar a agricultura, o esforço por encontrar um lugar ao sol na cidade grande.

O livro contém um vídeo documentário sobre o processo de construção dos contos.

“Mínima Memória do Mundo“ é uma coletânea de poesias e contos, de trabalhadores e aposentados, que frequentaram uma oficina literária durante oitos meses, a produção dos textos dessa obra se deu ,principalmente, através da redescoberta de relíquias pessoais e de seus significados para cada um .

O livro contém um CD áudio com textos recitados por seus autores.

Christian Pianawww.christianpiana.com
http://editoralivrepopularartesanal.blogspot.com/
http://www.ilgiornochesparironotutti.blogspot.com/


26 de novembro
A Cor Sonora de Almeida Prado

26 de novembro sábado das 18h30 às 22 horas, no Salão de Exposição do Paço Municipal de Santo André, a mostra A Cor Sonóra de Almeida – aquarelas e desenhos. Visitação a partir de 27-11 das 18h às 22 horas, e de 29-11 a 3-12, das 12h às 17 horas, e das 18h às 21 horas.

26 de novembro

Concertos Andreenses
Nos dias 26 e 27-11, às 20 horas, Concertos Andreenses – Abertura do Festival Almeida Prado. Violina Constança Almeida Prado.


12 de novembro
5ª. Jornada Cidadã
A 5ª. Jornada Cidadã deste ano de 2011, com o tema ligada na juventude será realizada dia 12 de novembro (sábado), em duas etepas, sendo a primeira no  auditório do Campus II da USCS, das 8h às 11 horas, na Rua Santo Antonio, 50, Centro, São Caetano do Sul. A segunda etapa vai ocorrer das 11h às 19 horas,  na Estação Jovem (Rua Serafim Constantino, s/ Nº - piso superior do Módulo II do Terminal Rodoviário Nicolau Delic, Centro (SCS).

A primeira etapa começa com  Ato religioso, composto pelos segmentos: Candoblé, Umbanda, Igreja Católica Apostólica Romana, Igreja Messiânica,  Igreja Evangélica de confissão Luterana, Igrejas Evangélicas;  participação especial do Grupo Jofa (jovens de fé e arte); e ONG  Opção Brasil – Projeto índios na cidade (apresentação cultural). Depois tem inicio a Abertura institucional e política: Composição da mesa solene; execução  do Hino Nacional Brasileiro, com a Orquestra Filarmônica Jovem Camargo Guarnieri da Universidade Metodista; falas das autoridades; momento cultural com a poesia de Moreira de Acopiara; intérpretes de Libras da Universidade Metodista; e encerramento com a Orquestra Filarmônica Jovem Camargo Guarnieri.

A segunda etapa, a partir de 11 horas começa com Feiras e exposições: feiras de economia solidária e diversidade cultural (tenda dos livros); exposições artísticas, políticas públicas e projetos;  atividades de lazer para crianças; grafitagem com Denis Pinho; e contação de histórias para crianças com Heytor Henrique. No mesmo local haverá Shows e apresentações: Companhia de Moçambique Família Feliciano; Grupos de Samba Lenço de Mauá, folclórico de Congada do Parque São Bernardo; Sorriso Negro (Pastoral da Juventude); Grupo cênico As Marias – “O Caminho do Mar...  Encontro das flores...” (dança contemporânea). Apresentação de capoeira: Grupos Universidade Metodista; Angolinha (mestre Magoo); Magnificat (mestre Nenê); e Puxada de Rede (mestres Pelé e Messias). Depois prossegue com Movimento do Beco (rap); Canto hip hop – a.C; Nômades (break); Michael Jeckson cover (com Kelvin Santos); poetas Thiago Ricardo e Hélio Neri; Special Cigarretes (Rock); O Livro de Ata (Punk Rock) e  show de bateria da Escola de Samba Renascente.  

Homenagem a Jorge Amado
Para comemorar o centenário de nascimento ao escritor Jorge Amado uma série de homenagens e exposições tiveram inicio. Uma das mais importantes é a mostra que está sendo realizada no Museu da Língua Portuguesa, no Centro de São Paulo, intitulada Jorge Amado e Universal, que apresenta fotografias, objetos, folhetos de cordel e filmes, grande parte inéditos.
A exposição montada no primeiro andar, é dividida em módulos distintos, cada um dedicada a um aspecto da vida do autor. O primeiro espaço é dedicado aos personagens; o segundo, mostra a participação do autor na política; o terceiro discute a miscigenação e o sincretismo religioso; o quarto é dedicado à malandragem e à sensualidade; e o quinto apresenta a Bahia. Há ainda um espaço para depoimentos de amigos e uma cronologia da vida do autor. A exposição permanece no Museu até 22 de julho, e depois segue para o Museu de Arte Moderna da Bahia.
O Museu da Língua Portuguesa fica na Praça da Luz, sem número, no Centro da Capital. O ingresso custa R$ 6,00 (com meia entrada para estudantes, crianças até 10 anos, idosos e professores da rede pública, Aos sábado a entrada é grátis.


Aconteceu:
Festa do Imigrante

CAIXA Cultura São Paulo
Praça da Sé, 111
Tel.: 3321.4400
Terça a domingo das 9h às 21h
Entrada Gratuita


Mostra Cinema de Bordas
De 1 a 5 de agosto, no Itaú Cultural

O Itaú Cultural apresenta a 4ª edição do Cinema de Bordas, com 23 filmes realizados por diretores brasileiros, cujos trabalhos foram realizados sem recursos financeiros e com pouca estrutura.
O filme CABRABODE, do cineasta Milton Santos, de São Bernardo do Campo, foi selecionado para integrar a mostra, e será exibido no dia 3 (sexta), a partir das 18h.
 
Local: Espaço Itaú Cultural
Avenida Paulista, 149 – Centro - SP

A Poética do Devaneio do Ateliê Projeto Impresso
na Livraria Alpharrabio

O Ateliê Projeto Impresso tem reunido artistas que se utilizam da imaginação material, onde as mãos têm papel fundamental, contra as resistências da matéria, na tentativa de superá-las, num embate entre forças naturais e humanas.

Carregam consigo a própria história transpassando tantas outras artes, a música, a literatura, a pintura, a fotografia para, agregadas aos seus devaneios pessoais, darem corpo à imaginação criadora a permitir surpresas e encantamentos.

A exemplo da assertiva, tomaram mais recentemente Os Cem Menores Contos Brasileiros do Século - compilados por Marcelino Freire, Contos, de Machado de Assis, a música de Villa Lobos e a de Noel Rosa para produzirem em ateliê.

Juntaram-se para o trabalho e também para as mostras: In Versões, Estampas d’Alma, Harmonias e Contrapontos, “...quando por mim você passa...”, dentre outras muitas parcerias ao longo dos últimos 10 anos de existência do Ateliê Projeto Impresso, lugar da imaginação produtora, fonte de invenção e originalidade, onde não se vê apenas com os olhos.

Dentro dessa mesma proposta, A Poética do Devaneio de Gaston Bachelard, objeto de reflexão pelo grupo integrante do Ateliê, gerou em2011 a Mostra de mesmo nome trazida agora, parcialmente, para a Livraria Alpharrabio.

Trata-se de imagens originalmente criadas através de técnicas ligadas à gravura como água tinta, água forte, verniz mole, serigrafia, ponta seca, fotogravura, separadas ou conjuntamente a propiciar uma infinita conjugação de “erros”. No pensamento de Bachelard, é tanto mais rica a experiência quanto mais complexos forem os erros.

A exposição “A Poética do Devaneio” chega em pequenas edições feitas manualmente, com impressões no Ateliê (e não só), numeradas e assinadas, com tempos dilatados e sonhos conduzindo-nos “a um reagente da diversidade de sentimentos e emoções, que pertence à ínfima distância entre o silêncio sonhador e a contemplação”
Fátima Roque
Livraria AlpharrabioRua Eduardo Monteiro, 151 – Santo André
Tel. 11 4438 4358

Abertura: 11 de agosto de 2012 – sábado às 11h
Exposição: 11 de agosto a 21 de setembro
Segunda a sexta das 13 às 19h – sábado das 9h30 às 13h
Ateliê Projeto Impresso
Artistas integrantes da “A Poética do Devaneio”
Carmen Nora
Cecília Tavares
Djenane Pamplona
Evany Cardoso
Leonor Décourt
Marcia Rommes
Silvana Soriano
Sonia Távora
Teresa Stengel
Zula
Ateliê Projeto ImpressoEndereço: Rua Engenheiro Pena Chaves, 6 casa 9 – Jardim Botânico
CEP: 22460-090 – Rio de Janeiro/RJ